Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Merlo

Merlo

Ter | 11.01.22

Sou Transparente

Marco

digitalizar0055.jpg

você não precisa que ninguém te ensine a voar

está no seu espírito

mas é bom ter quem nos lembre

de que temos asas

por Tudo Nela Brilha e Queima, de Ryane Leão

Sou transparente e nem sabia, dava tanto jeito assim já ninguém me olhava. Neste último fim de semana a quase que fui atropelado por uma bicicleta, ao menos que fosse por um Ferrari que poderia dizer com orgulho, mas por uma bicicleta ia ser gozado.

Com o mercado a crescer nos serviços de entrega ao domicílio e á muita gente a utilizar a bicicleta eléctrica para fazer as entregas. Bem lá estava eu numa passadeira, vi o senhor bem longe e avanço, quando olho de novo está o senhor a travar e pronunciar uma asneira, ao qual lhe respondi da mesma forma e perguntei se ele não me tinha visto?  Quando olhei para atravessar a distância que ele tinha da passadeira mesmo que fosse um camião ele tinha mais que tempo para parar, pior que ele ignorou-me e deve ter acelerado. Como ele nunca deve ter ando de mota ou deve ter comprado a bicicleta ontem, não sabe que travar de mota ou bicicleta é mentira, apenas derrapa, espero que não magoe ninguém.

Mais uma coisita, realmente há coisas que não entendo, durante a minha caminhada passei por um pai e o seu filho. O filho deveria ter recebido um skate pelo Natal, devido ao brilho que o skate ainda tinha, meio de desengonçado, lá se tentava equilibrar. O pai ia atrás com os olhos no telemóvel, nem a cabeça levantava. Na volta a mesma coisa só que desta vez aí a segurar o miúdo, mas a cara do miúdo é que já estava farto. Claramente o telemóvel é mais importante, nele pode viver a vidas dos outros ou estar a dar “likes” em fotos de desconhecidos ou estar a galar alguém. Conclusão, o miúdo recebeu um skate pelo Natal, torrou a cabeça dos pais para andar, o pai farto de o ouvir a ele e a mãe lá saiu de contra a vontade. Mas ao qual vocês dizem, logo “ah mas tu não tens filhos, por isso não sabes o que é” e tem razão, mas tenho sobrinhos, apesar de estar pouco com eles devido a distancia que nos separa, faço questão de brincar com eles, de viver aquele momento com eles, de forma a que sintam a minha presença, vai na volta eu que estou errado, mas prefiro mesmo assim estar errado, é o meu jeito.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.