Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Merlo

Merlo

Sab | 09.07.22

Vou embora

Marco

20220709_171744.jpgNão sei por que razão, mas tem sido assim um pouco toda a semana. Uma insegurança em locais públicos, sinto uma parte de mim não quer estar ali, mas tenho que estar. Já escrevi sobre este tema aqui, e quem o leu, vai dizer, lá vêm ele outra vez com o mesmo tema, mas isto me incomoda mesmo, é os olhares.

Quando saio á rua tento que seja tudo muito perfeito, não entendo a vibe de andar na rua de pijama por exemplo a passear o cão, para mim tinha que sair com uma roupa "decente" (está dentro de aspas, porque o decente para mim é diferente de voçês, por isso depende), vá que encontre alguém? Às vezes saio de roupa desportiva, calça/calção de treino, mas não é qualquer um, tem estilo, as t-shirts como são todas escolhidas a dedo tanto faz. Mas onde quero chegar expeto essas vezes que saio com roupa mais desportiva, porque normalmente vou fazer qualquer coisa de desporto, e dessa forma fico a destoar nesse local, o resto tipo normal, uma calça de ganga tenho algumas, de varias tonalidades, umas mais chiques, outras mais do tipo que fui á bulha com um cão mas acho que perdi, mas depende da vibe, claro que com este calor não vou usar calças pretas, ai sim têm motivo de me olharem, porque vão pensar "olha me este "tone" com 34º e anda-me de calças de ganga preta".

E eu aqui a enrolar (devo estar a receber à letra), de alguma forma para a minha cabeça tento sair vestido normal (para o local para onde vou), lavadinho e cheiroso (isto do cheiroso um dia com coragem explico, há uma razão), isto tudo para passar despercebido, entre os demais, para mim não sou assim tão bonito (acho que só para a minha mãe ) que mereça destaque. Mas quando saio, para caminhar ou vou algum sítio especifico seja ele supermercado, uma festa, ou consulta ou outra coisa qualquer, não importa (acho que já perceberam), incomoda-me os olhares, e meio que fico ali constrangido, porque não sei se há alguma coisa de errado comigo, será que estou mal vestido, tenho alguma coisa na cara, sou assim tão feio. Fico mesmo atrapalhado, tem vezes que tiro o telemóvel só para ver o meu reflexo no ecrã para ver se está tudo bem.

À, mas isso são coisas da tua cabeça, mas reparo que estão mesmo a olhar para mim e sinto isso, e nunca entendo o porquê. 

Principalmente, ultimamente tenho reparado que me olham mais, por exemplo quando caminho, e tento apenas ignorar, mas isso mexe comigo. Por não saber o que está de errado comigo, por e olharem assim. 

Esta imagem retrata um pouco o que sinto, todo o meu pânico, ansiadade, medo, vergonha. Às vezes isso torna-se complexo na minha cabeça, muito vão dizer, mas é complexo porque queres, "sim claro" concordo. Mas não é verdade, quando dispara a autodefesa, o que ela faz é proteger-te de tudo o que está me ameaçar, e começa e surgir muitas coisas ao mesmo tempo na minha cabeça e tudo começa a ficar complicado, é muita informção e dúvidas, e faz que eu deixe de sair de casa ou ir algum sítio só para não sentir isto tudo, porque não é agradável, simplemente é horrivél. Para alguns que não sentem isto tudo acontecer ao mesmo tempo, claro que é fácil e fica bonito dizer "é complexo porque queres" talvez se ajudassem um bocadinho, em vez de dizer isto acreditem descomplicava mais, mas é sempre mais fácil falar do que agir.

É um assunto sério para mim, mas que tentei juntar um pouco de humor para não ficar assim tão pesado.

24 comentários

Comentar post

Pág. 1/2